Ligue:

(44) 3011-4384

Endereço: 

Av. Colombo, 5790 - Zona 7

Maringá - PR

Lojinha da AESMAR

Aqui você pode comprar os livros escritos e organizados pelos educadores da AESMAR.

A compra é segura e nós enviamos o livro por sedex para a sua casa.

Aproveite :)

LANÇAMENTO

Valor: R$ 44,90

Crianças em fronteiras

Histórias, Culturas e Direitos

Pedagogia social e educação social -
Reflexões sobre as Práticas Educativas no Brasil, Uruguai e Argentina

Organização: Verônica Regina Müller

Editora: Appris

Sinopse: Educadores sociais, professores e pesquisadores – uruguaios, argentinos e brasileiros – reúnem-se neste projeto para escalar degraus de conhecimento e a melhor incidência na realidade concreta. É de teoria e de prática que se escreve aqui. Quando abordam a educação social, mostram o presente e o passado sob o enfoque da filosofia, da antropologia, da sociologia, da política, do direito e da pedagogia social; expõem a relação com princípios, conceitos e experiências com crianças, adolescentes, jovens e adultos; e quando refletem sobre a formação profissional dos educadores sociais, contemplam também a realidade da normatização da profissão, analisando criticamente o significado do trabalho e do trabalhador na sociedade.

Valor: R$ 46,00

Crianças em fronteiras: histórias, culturas e direitos

Autores: Verônica Regina Müller

Editora: CRV

Sinopse: Crianças nas Fronteiras: Historias, Culturas e Direitos é uma obra que pretende contribuir para a elucidação de realidades infantis que escapam à política pública em geral e a muitas produções teóricas a respeito de infância. Na tipificação de crianças, mesmo quando se alargam os olhares para os contextos onde vivem, frequentemente são mostradas características estáticas, inteiras, inflexíveis, localizadas em um e somente um lugar físico ou subjetivo. Esta é a mesma lógica de muitas políticas públicas- elas são geo-nacionais e disciplinares, segmentares por definição e acabam por limitar suas diretrizes e ações na linha que diz onde acaba o país ou onde acaba o indivíduo físico. Mas, na vida cotidiana de milhões de pessoas a realidade fusiona as relações e, nesses contatos, diferenças são amenizadas ou destacadas, desaparecidas ou criadas, transformadas. Em tal movimento criam-se traços pessoais, culturais, econômicos e sociais que demarcam existências bastante concretas, mas consideradas pelos adultos, fora de lugar e portanto, meio erradas, meio confusas, meio agressivas, meio inconvenientes, meio interessantes, meio ...não inteiras. Esse lugar de não lugar precisa ser conhecido para vir a ser reconhecido e por isso estamos aqui, trazendo diferentes latitudes e longitudes para a ampliação da navegação nas infâncias do mundo.

Valor: R$ 44,90

Pedagogia social e educação social - Reflexões sobre as práticas educativas no Brasil e Uruguai

Autores: Jorge Camors, Leticia Folgar, Pablo Martinis, Marcelo Morales, Patricia Ramos, Dalton Rodríguez, João Donizete Francisco Álvaro, Régis Alan Bauli, Glória Christina De Souza Cardozo, Ailton José Morelli, Verônica Regina Müller, Paula Marçal Natali, Ercília Maria Angeli Teixeira de Paula, Luciane Margarida Lima Pereira, Patricia Cruzelino Rodrigues e Cléia Renata Teixeira de Souza

Edição: Facultad de Humanidades y Ciencias de la Educación, Universidad de la República Uruguay e Universidade Estadual de Maringá

Sinopse: "La educación (social) no consiste en latas de conserva a distribuir. Pesos muertos que nos aplastan la conciencia política y los quehaceres culturales. En educación social se trata de recuperar los hilos de los viejos relatos y vivificarlos, esto es, de transformarlos en nuevos relatos que nos inscrivan en el registro de lo humano con dignidad y con justicia: los legados hay que transmitirlos, pues nos pertenecen a todos. Pero no para repetirlos, congelarlos, hacer de ellos doctrina. La gran paradoja de la educación (social) es que a medida que los dones culturales se reparten, se acrecienta su capacidad de transformación social. Cada cual, en sus procesos de apropriación, realiza sus interpretaciones. Y cada generación imprime, a su vez, un sesgo proprio. Por ello, es una cuestión ética (pedagógica y política) dejar lugar a los que vienen. Y a lo que está más allá de nuestras perspectivas de época, a lo que irrumpe, a lo nuevo. Difícil ejercicio. Transmitir los viejos relatos para dar lugar a lo nuevo. Dar cuenta de nuestras experiencias para tramar la historia a través de la escritura, sabiendo que las lecturas y apropriaciones que encarnan a los otros, los profesionales, los lectores, los niños, los jóvenes, las personas con las que trabajamos... son impredecibles. Por eso la escritura es un trabajo difícil, esforzado y, sobre todo, de gran coraje. Quizás la educación social no sea sino dar voz (y escritura) a lo silenciado, dar a tomar parte (cultural y social) que corresponde a cada ser humano. Y en la sapiencia de que cada cual se apropriará de ciertos recortes entre las amplias herencias de la humanidad, para haver sus proprios recorridos". Violeta Núñez

Valor: R$ 30,00

Práticas com crianças, adolescentes e jovens: pensamentos decantados

Autores: Miryam Mager, Verônica R. Müller, Eliane Silvestre e Ailton J. Morelli

Editora: EDUEM

Sinopse: O livro começa com a história do PCA- Programa Multidisciplinar de Estudos, Pesquisa e Defesa da Criança e do Adolescente. Nos capítulos seguintes, destacamos a amplitude do nosso fazer cotidiano no Programa apresentando o leque das atividades que desenvolvemos, ou seja, os projetos de extensão e pesquisa individuais, o envolvimento dos universitários e as produções acadêmicas. O Projeto Brincadeiras mostra um tipo de intervenção, revelando como as crianças e os adolescentes se relacionam com os estudantes nas suas atividades práticas. O Projeto Educação para a Cidadania destaca os direitos humanos por meio do estudo do Estatuto da Criança e do Adolescente (lei 8069/1990) e suas aplicações. O Projeto Laboratório mostra as fontes de pesquisas relacionadas, mostra as fontes de pesquisas relacionadas com a história/vida das crianças e dos adolescentes e a importância desse levantamento para o acesso público. Durante essa cronologia registramos nossos princípios e fundamentos teóricos, ressaltando principalmente autores do Humanismo Radical. Como subtexto, indicamos a demanda dos direitos sociais, e destacamos a importância do século XX como frutífero, não só em detectar os direitos fundamentais como também para expor ações necessárias ao exercício de sua conquista. Nos três textos seguintes ao do PCA, apresentamos algumas das parcerias que nos são especialmente caras e que complementam o desenho e a abrangência das atividades do PCA.

Valor: R$ 30,00

Práticas com crianças, adolescentes e jovens: pensamentos decantados

Autores: Miryam Mager, Verônica R. Müller, Eliane Silvestre e Ailton J. Morelli

Editora: EDUEM

Sinopse: O livro começa com a história do PCA- Programa Multidisciplinar de Estudos, Pesquisa e Defesa da Criança e do Adolescente. Nos capítulos seguintes, destacamos a amplitude do nosso fazer cotidiano no Programa apresentando o leque das atividades que desenvolvemos, ou seja, os projetos de extensão e pesquisa individuais, o envolvimento dos universitários e as produções acadêmicas. O Projeto Brincadeiras mostra um tipo de intervenção, revelando como as crianças e os adolescentes se relacionam com os estudantes nas suas atividades práticas. O Projeto Educação para a Cidadania destaca os direitos humanos por meio do estudo do Estatuto da Criança e do Adolescente (lei 8069/1990) e suas aplicações. O Projeto Laboratório mostra as fontes de pesquisas relacionadas, mostra as fontes de pesquisas relacionadas com a história/vida das crianças e dos adolescentes e a importância desse levantamento para o acesso público. Durante essa cronologia registramos nossos princípios e fundamentos teóricos, ressaltando principalmente autores do Humanismo Radical. Como subtexto, indicamos a demanda dos direitos sociais, e destacamos a importância do século XX como frutífero, não só em detectar os direitos fundamentais como também para expor ações necessárias ao exercício de sua conquista. Nos três textos seguintes ao do PCA, apresentamos algumas das parcerias que nos são especialmente caras e que complementam o desenho e a abrangência das atividades do PCA.

Valor: R$ 30,00

Crianças dos países de língua portuguesa - histórias, culturas e direitos

Organizadora: Verônica R. Müller

Editora: EDUEM

Sinopse: No Brasil há pouca informação sobre os países lusófonos e por isso é de grande importância este livro. Tendo como base as crianças de Portugal, Angola, Moçambique, Cabo Verde, Timor Leste e Brasil, este livro contém dados sobre os povos lusófonos. Abordar a infância nessas nações constitui um desafio enorme dada a escassez de estudos sobre o assunto. (Martinho da Vila); O empreendimento sócio antropológico realizado pelos autores desta publicação representa uma contribuição extraordinária para o entendimento da questão da infância no cenário global, a partir da revelação de características peculiares do ser criança nos países de língua portuguesa (Mario Volpi); Todos os textos apontam: Um movimento mais devagar do que queríamos, mas contínuo na direção dos Direitos das Crianças em nossos países. Com a nossa esperança no horizonte desejamos que não só a geração atual, mas as futuras, já com a participação das crianças aqui retratadas como militantes adultos dos Direitos Humanos, dêem continuidade a esse projeto (PCA – Programa Multidisciplinar de Estudos, Pesquisa e Defesa da Criança e do Adolescente).

Valor: R$ 30,00

Práticas com crianças, adolescentes e jovens: pensamentos decantados
Crianças na América Latina: histórias culturas e direitos

Organizadora: Verônica R. Müller

Editora: CRV

Sinopse: Luta. Política. Esperança. Este livro é sobre sobrevivência. Não apenas daquela sobrevivência instintiva e material, mas principalmente da nossa própria sobrevivência como humanidade organizada em sociedades. Sociedades injustas, cruéis, vis, mas todas elas repletas de crianças luminosas que nos fazem lembrar dos nossos sonhos mais antigos, de quem gostaríamos de ter sido, e que nos fazem acreditar que um mundo mais justo e digno é possível. A humanidade que nos resta sobrevive incólume no olhar das crianças. Trabalhos como os apresentados neste livro são capazes de registrar com método científico a força serena e despretensiosa que as crianças trazem consigo. No caso particular da América Latina, a esperança guardada no coração de uma criança ganha simbolismo ainda maior. Os países do nosso querido continente guardam em cumplicidade uma dor histórica que os une por cima das rixas regionais. Todos nós sabemos o que é ter cultura e terras ricas, mas manter a maior parte do povo vivendo na miséria. Todos nós sabemos o que a busca pelo poder pode fazer com nossas gentes. Todos nós temos sangue nativo derramado em abundância em nosso solo sagrado. No continente mais desigual do planeta, onde a fome foi capaz de conviver com o mais soberbo luxo durante séculos, nasceu uma força e uma beleza reconhecidas ao redor do mundo. As formas de colonização se modernizam e o conhecimento transforma-se em uma das mais importantes armas para enfrentar as sangrentas batalhas que continuam a acontecer na política, na economia, nas ruas, nas escolas. Contudo, agora a América Latina está pronta para travar um combate à altura do seu povo. Professores, educadores, mestres e doutores têm dedicado a sua vida a lutar por justiça social. Alguns setores da academia invadem a luta política para demonstrar que a busca franca e rigorosa pela verdade é capaz de moldar realidades e contrabalançar a luta pelo poder.

Valor: R$ 30,00

História de crianças e infâncias - Registros, narrativas e vida privada

Autora: Verônica R. Müller

Editora: Editora Vozes

Sinopse: Depois da uma viagem, Verônica volta repleta de percepções e idéias que constroem este livro. A autora traz para os leitores, histórias de crianças e de infâncias dos mais diversos lugares e comunidades, e traça um paralelo com o nosso aqui e agora...Um livro sensível, que fala sobre o universo infantil, este que em grande parte é universal.

Valor: R$ 30,00